Instalação Dual Boot com Partição de Arquivos Comum para Linux e Windows

De KTUDU
Ir para: navegação, pesquisa

O DVD de instalação do KeeP-OS já possui uma opção que possibilita a instalação Dual Boot Linux/Windows. Todavia, esta opção utiliza 50% do total do HD para cada um dos sistemas. Pode ser de seu interesse efetuar a instalação Dual Boot definindo o espaço de cada uma das partições e, consequentemente, o espaço destinado a cada um dos sistemas operacionais. Mais interessante ainda pode ser a criação de uma partição que seja comum tanto para o KeeP-OS quanto para o Windows, e onde ambos os sistemas possam ler os dados e escrever dados. Esta partição funcionaria como um repositório de arquivos, onde seria possível salvar seus arquivos e acessá-los de qualquer um dos dois sistemas operacionais sem dor de cabeça.

Insira o DVD ou Pendrive de instalação do KeeP-OS e inicie o boot por ele. Na primeira tela serão apresentadas 3 opções de inicialização. Selecione a primeira opção (Iniciando KeeP-OS) e aguarde o sistema de instalação ser carregado. Você verá uma tela para seleção do idioma de instalação. Selecione o idioma pretendido e clique em Próximo. Você verá mais 3 opções: Restauração do Sistema, Instalação Avançada e Desligar. Selecione a opção Instalação Avançada. Na próxima tela, clique sobre a opção Manual. A seguir, clique em Avançar e, então, clique sobre a opção Executar o Gparted. O gerenciador de partições será aberto e mostrará todas as partições existentes no HD. A partição linux-swap estará bloqueada e não poderá ser excluída. Para que isso possa ser feito, clique com o botão direito do mouse sobre essa partição e selecione a opção Desativar Swap. Agora, selecione cada uma das partições existentes e exclua-as. Note que as alterações ainda não foram efetivamente executadas no HD, mas estão em uma fila de execução aguardando a ordem para fazer as alterações no HD. Para aplicar as alterações, clique sobre o botão Aplicar, que encontra-se na parte superior do Gerenciador de Particionamento. Será mostrada uma janela de confirmação. Nela, clique sobre Aplicar. Ao final do processo, será mostrada uma outra janela dizendo que as alterações foram aplicadas. Nela, clique sobre Fechar. Agora, você estará novamente na janela principal do Gparted. Note que onde apareciam as partições há apenas o espaço não-alocado. Vamos agora criar as partições manualmente.

Selecione o espaço não-alocado e clique sobre a opção Novo. Esta será a partição que conterá os arquivos do sistema KeeP-OS (ou diretório /). No campo Novo Tamanho selecione a quantidade de MB que deseja para a primeira partição. Sugerimos que defina, no mínimo, 30Gb para ela. Em Criar Como, deixe selecionada a opção Partição Primária, e em Sistema de Arquivos, selecione a opção ext3. Clique então sobre o botão Adicione. Note que agora há a partição criada e o espaço não-alocado.

Crie a segunda partição, que será a swap. Recomendamos que defina cerca de 3Gb para ela (ou 3072MB). Em Sistema de Arquivo, selecione a opção linux-swap e clique sobre o botão Adicione.

Nossa terceira partição conterá os arquivos do sistema Windows (ou o C:). Defina o tamanho desejado para o C: do Windows, deixe-a como Partição Primária e, em Sistema de Arquivos, selecione a opção ntfs.

Crie agora nossa quarta e última partição, que será a que conterá os arquivos do usuário do computador. Esta partição será comum ao KeeP-OS e ao Windows, e ambos os sistema a acessarão para guardar e ler os arquivos. Ela será uma espécie de "repositório" de arquivos. Portanto, ela deverá ser a maior partição, pois conterá o maior volume de dados. Defina o restante do espaço do HD para essa partição, deixe-a marcada como partição primária e selecione o sistema de arquivos para ntfs.

Agora, clique sobre o botão Aplicar para aplicar as alterações, conforme feito anteriormente. Após aplicar, basta fechar o Gerenciador de Partições. Você será levado para a tela de opções de instalação avançada novamente. Note que há um campo escrito "Selecione a partição:". Clique sobre ele e selecione a opção /dev/sda. Serão habilitados mais alguns campos. O primeiro (/dev/sda1) marque como /. O segundo (/dev/sda3) marque como /Windows. E o terceiro (/dev/sda4) marque como /Windows. Agora, clique sobre o botão Avançar que ficou habilitado na parte de baixo da tela.

Será solicitada a chave de ativação do KeeP-OS. Esta é a mesma Chave de Suporte que encontra-se no cartão Quick Install, que é enviado junto com seu computador. Após digitar a chave, clique em Validar. Será iniciada a instalação do KeeP-OS. Aguarde a finalização.

Após a instalação do KeeP-OS, será mostrada uma janela informando que a instalação foi concluída e com um botão para reiniciar o computador. Clique sobre ele. O computador será reiniciado, e o DVD de instalação do KeeP-OS será ejetado. Logo após o DVD ser ejetado, remova-o e insira o DVD de instalação do Windows. O computador já voltará efetuando a instalação do Windows.

Aguarde o Windows iniciar seu instalador e defina-o para ser instalado no Disk 0 Partition 3, que é a partição que definimos para o Windows. Prossiga com a instalação do Windows normalmente.


Após a instalação do Windows, este será iniciado automaticamente, não permitindo que você escolha qual sistema operacional deseja iniciar. Para recuperar o gerenciador de inicialização e poder escolher qual sistema operacional quer iniciar, insira novamente o DVD de instalação do KeeP-OS e dê boot por ele. Selecione a primeira opção de inicialização e, assim que chegar na tela de seleção do idioma, pressione simultaneamente as teclas Ctrl+Alt+F1. O sistema entrará em modo de linha de comando. Primeiramente, é necessário alterar para o usuário root (o usuário administrador do sistema). Para isso, digite o comando a seguir:

su

Digite o comando e pressione ENTER. Será solicitada a senha do usuário root. Digite a palavra KeeP (com as letras K e P maiúsculas) e pressione ENTER. Note que ao digitar a senha no modo texto não será exibido nenhum caractere na tela. Agora, digite no terminal o seguinte comando:

partition boot

Aguarde a finalização do processo e, então, digite o comando a seguir para reiniciar o computador:

reboot

O sistema será reinicializado e o DVD será ejetado. Retire-o para que o computador dê o boot pelo HD. Após o boot pelo HD, será mostrado o Gerenciador de Inicialização GRUB. Nele, é possível escolher qual Sistema Operacional deseja inicializar. Por padrão, aparecerá primeiro o KeeP-OS em modo gráfico, na segunda linha será mostrado o KeeP-OS em Modo Texto e, por fim, será mostrado Windows XP/Vista (aqui, apesar de estar instalado o Windows Seven, ele mostrará como XP/Vista). Todavia, caso selecione a inicialização pelo Windows 7 instalado (que no GRUB é mostrado como XP/Vista), ele não será inicializado, pois é necessário fazermos uma pequena correção em um arquivo de configuração do GRUB. Para isso, selecione inicializar pelo KeeP-OS.

Após a inicialização do Sistema, abra o Terminal de Comandos e faça login como usuário root. Para fazer login como usuário root, utilize o seguinte comando no Terminal:

su

Será solicitada a senha do usuário root. Por padrão, esta senha é a palavra KeeP, com as letras K e P maiúsculas. Após logar-se como root, digite o seguinte comando:

gedit /boot/grub/grub.cfg

O arquivo grub.cfg será aberto para que possa ser editado.

Logo no início das configurações, você encontrará uma linha com a seguinte definição:

set default=0

Isto significa que seu computadir iniciará automaticamente na posição zero da lista de opções de boot, ou seja, o KeeP-OS. Caso você queira alterar o início automático padrão para o Windows, altere esta linha para:

set default=2

Desça mais algumas linhas de configuração (cerca de 17 linhas abaixo) e você encontrará a seguinte configuração:

set timeout=0

O valor numérico representa quantos segundos o seu computador irá esperar para que você selecione qual sistema operacional deseja iniciar. Se você não fizer nada na tela de seleção do sistema e o tempo acabar, seu computador iniciará o sistema padrão automaticamente. Recomendamos alterar o valor para 5, de forma que seu computador espere que você selecione o sistema por 5 segundos.

Agora, quando você ligar seu computador, poderá selecionar iniciar pelo KeeP-OS ou Windows. Porém, para poder "enxergar" a partição de arquivos (sda4) pelo KeeP, é necessário montá-la em uma pasta. Para que este processo de montagem seja automático, ou seja, para que esta partição seja montada em um diretório do sistema sempre que o KeeP for inicializado, basta que façamos apenas mais uma alteração, agora no arquivo fstab. Sugiro que você crie na Pasta pessoal de keep um diretório para conter os arquivos da partição. Como exemplo, vamos supor que este diretório (pasta) foi nomeado como Arquivos (ele poderá assumir outros nomes, desde que você utilize exatamente o msmo nome na configuração do arquivo fstab).

Agora, ainda no terminal como root, digite o seguinte comando:

modprobe fuse

E, depois, utilize o seguinte comando:

echo "fuse" >> /etc/modules

Agora, para editar o arquivo fstab, digite no Terminal como root o seguinte comando:

gedit /etc/fstab

Encontre a seguinte linha de configuração:

/dev/sda4 /Windows ntfs defaults 0 3

Nesta linha, altere para o seguinte:

/dev/sda4 /home/keep/Arquivos ntfs-3g silent,locale=pt_BR.iso88591,umask=0 0 0

Lembrando que /home/keep/Arquivos refere-se ao diretório onde deseja montar a partição. É necessário especificar o caminho completo do diretório. Ainda, é extremamente importante respeitar os espaços e as letras maiúsculas e minúsculas.

Salve o arquivo. Para verificar a montagem da partição no diretório especificado, reinicie o computador.

Pronto. agora você possui o KeeP-OS e o Windows instalado em seu computador, compartilhando uma partição que ambos podem ler e escrever.



Voltar